Artes Visuais com Ênfase em Arte e Educação

Carga Horária: 360h
Cidade: São Paulo Rio de Janeiro
Data de Início: 14 e 15/04/2012 31/03 e 01/04/2012
Horário: Sábado e domingo, das 18h às 18h, uma vez por mês
Público-Alvo: Graduados em Artes, Arquitetura, Filosofia, Sociologia, Arquitetura, História, Psicologia, Jornalismo, Publicidade, comunicação, Turismo e Museologia.

 

O curso de Pós-Graduação Lato Sensu Artes Visuais com Ênfase Arte e Educação visa preparar o professor de artes para o ensino. Parte-se do pressuposto que esta disciplina deve desenvolver estratégias e métodos de ensino muito específicos, de acordo com a compreensão crítica do que venha a ser “arte”. Assim, não pode se esquivar de estudar conceitos de arte, poética dos artistas, processos e procedimentos de criação. Outro desafio é desenvolver olhos para compreender o momento histórico e artístico que vivenciamos, para garantirmos o compromisso com o desenvolvimento da arte educação do agora. Na outra interface está o aluno, que deve ser levado em consideração quando se está envolvido com educação: cada ser, cada comunidade, cada idade tem seu foco, objetivos e formas de aproximação, podendo suscitar recortes de realidade, a serem enfocados em estudos de caso.


Conteúdo Programático:
• Mecanismos da Arte Moderna e Contemporânea
- Movimentos artísticos precursores da modernidade
- As vanguardas artísticas
- Os paradigmas contemporâneos
• Teorias de Análise de Imagens
- Análise interna de uma imagem
- O contexto social e filosófico da imagem
- A classificação da obra na história da arte
• Fundamentos e Elementos da Linguagem e da Criação em Artes Visuais
- Os elementos formais fundamentais da linguagem visual
- As especificidades das linguagens visuais
- Da matéria ao conceito
• Aspectos da História da Arte Educação no Brasil e no Mundo
- História do ensino de arte até as academias.
- Das metodologias tradicionais às metodologias construtivistas do ensino de arte
- Tendências contemporâneas no ensino de arte
• Práticas do Ensino da Arte
- Prioridades de temas e conceitos nas aulas de arte
- Planejamento e preparo de aulas de artes
- A interface entre o ensino teórico e prático de artes
• Metodologia da Pesquisa Científica

 

Mais informações, acesse nosso site:www.posugf.com.br

Postado em Pós | Deixe um comentário

Dia Internacional do Grafite

Não é mentira! Mas aconteceu neste domingo, dia 1º de Abril, aqui no bairro do Bixiga, a comemoração do Dia Internacional do Grafite.
O grafite sempre foi visto como uma arte urbana, não valorizada, por ser feita, em sua maioria, por jovens da classe baixa. Porém, esta arte já invadiu as paredes das cidades e galerias de artes de todo o mundo!

Em todo mundo, o Dia Internacional do Grafite é comemorado em 27 de março. Esta data foi escolhida para homenagear o artista Alex Vallauri, que morreu nesta data, em 1987, vítima da Aids. Aqui em São Paulo, a comemoração se retardou alguns dias, porém, não perder a grandiosidade. Diversos artistas grafiteiros e bandas se reuniram para alegrar esta festa. As ruas Treze de Maio e Santo Antônio viraram um grande mural colaborativo, pintado durante todo o evento enquanto aconteciam shows gratuitos das bandas Bixiga 70, Orquestra Brasileira de Música Jamaicana e 6 no Salão.

Vista do tradicional bairro do Bixiga no centro de SP onde se comemora o dia internacional do Grafite. Foto: Guilherme Zauith/UOL

Tigre do artista colombiano Pablo - Foto: Guilherme Zauith/UOL

Banda Orquestra Brasileira de Música Jamaicana - Foto: Guilherme Zauith/UOL

Artista pinta grafite do cantor Adoniran Barbosa que nasceu no bairro do Bixiga - Foto: Guilherme Zauith/UOL

Se você quer saber mais, ou mesmo se especializar nesta arte. Faça parte da nossa turma!
Clique aqui e seja um artista grafiteiro!

Postado em Exposição | Deixe um comentário

Grafite Arte

Carga Horária: 40h
Início: 03 de Maio de 2012
Horário: quintas e sextas-feiras, das 14h às 18h
Público-Alvo: Estudantes de Artes Plásticas, Turismo, educadores e Professores
Docente: Prof. Renato Ursine de Jesus

O curso de Extensão Universitária Grafite Arte é voltado à levar os jovens à uma reflexão sobre o porquê e para quê serve as interferências urbanas, seu impacto na sociedade, sua importância social e cultural e outras questões com enfoques educacionais.

Também tem o intuito de criar e desenvolver murais, como alternativas de expressão artística, fazendo uso de suportes fixos como paredes, muros, portas de aço, madeira, etc. Além de mostrar aos jovens a diferença entre grafite e pichação. O que é legal e o que é ilegal, onde e como grafitar. Assim como, dar oportunidade de se criar a Street Art (Arte Urbana) como forma de expressão incluída nas artes visuais.

Conteúdo Programático:
- Desenho Livre
- História do Grafite em São Paulo
- Debate sobre Pichação, Grafite e Street Art
- Conhecendo as linguagens
- Conhecendo as linguagens do Street Art, Lambe-lambe, Stencil Sticker
- Grafite Hip Hop
- Grafite Universitário

 

Mais informações, acesse nosso site: www.posugf.com.br

Postado em Extensão | Deixe um comentário

Fundamentos da Prática Fotográfica

Carga Horária: 24h
Início: 03 de Abril de 2012
Horário: terças-feiras, das 14h30 às 17h30
Público-Alvo: Público em Geral e interessados no assunto. Maior de 18 anos. Possuir equipamento próprio: Câmera Analógica ou Digital.
Docente: Prof.ª M.ª Andréa Paula Pereira Tavares

 

O curso de Extensão Universitária Fundamentos da Prática Fotográfica é voltado à comunicadores, artistas, designers, estudantes, de 1º, 2ºgrau de Universitarios, professores de Artes e demais interessados em Manipulações Artisticas da Imagem Fotográfica, que já possuam conhecimentos básicos em fotografia.

O objetivo do curso é enriquecer o imaginário fotográfico a partir do estudo de diferentes técnicas e manipulações aplicáveis à fotografia. Desenvolver um trabalho criativo, através de obtenção de imagens, explorando as possibilidades plásticas do suporte. Possibilitar a cada participante a composição de um ensaio fotográfico.


Conteúdo Programático:
- Anita Malfatti e Lasar Segall
- Semana de Arte Moderna: Di Cavalcanti e Rego Monteiro
- Tarsila do Amaral
- Ismael Nery e Flávio de Carvalho
- José Pancetti e Volpi
- Portinari
- Brecheret e Bruno Giorgi
- Ernesto de Fiori e Maria Martins
- Tomie Ohtake e Manabu Mabe
- Waldemar Cordeiro e Franz Weissmann

 

Mais informações, acesse nosso site: www.posugf.com.br

Postado em Extensão | 1 Comment

Hiperrealismo X Arte

 

As dúvidas e discussões sobre o que é e o que não é Arte será eterna. Agora, quem é ou não um artista é resposta fácil olhando o trabalho do desenhista escocês Paul Cadden. Seus desenhos são inacreditáveis! O realismo que sua obra apresenta é extraordinariamente realístico. Se não observados atentamente, e ao vivo, não se pode distinguir suas ilustrações de fotografias.

Expostos na galeria Plus One de Londres (www.plusonegallery.com), seu trabalho é todo feito em papel e grafite, porém a precisão em seus traços e o domínio de diversas técnicas, incluindo foco, luz e sombra, contribuem para a criação dessas imagens hiperreais.

A exposição conta com 16 artistas hiperrealistas. Porém, as obras de Cadden fazem parte do acervo permanente da galeria, onde podem ser adquiridas por compradores pelo custo de 5 mil libras em média.

 







Quer ver mais trabalhos deste artista? Confira em seu site: paulcadden.com

Postado em Exposição | Deixe um comentário

Arte Moderna e Contemporânea – Uma Perspectiva

Carga Horária: 48h
Início: 15 de Março de 2012
Horário: quintas-feiras, das 14h às 18h
Público-Alvo: Público em Geral e interessados no assunto. Maior de 18 anos
Docente: Prof.ª M.ª Andréa Paula Pereira Tavares

 
 

Começa nesta próxima quinta-feira, dia 15/03/2012, o Curso de Extensão Arte Moderna e Contemporânea – Uma Perspectiva. Desde o século XIX a arte passa por constantes e rápidas modificações. O curso pretende introduzir o aluno nos desenvolvimentos da arte moderna de meados do século XIX até a arte contemporânea hoje, inicando as causas das mudanças nos paradigmas da arte. Assim o aluno aumentará o repertório a respeito do período, tanto no que diz respeito às obras quanto às referências teóricas tornando-se mais familiarizado com o que hoje pode ser apreciado nas coleções dos museus de arte moderna e contemporânea no Brasil e no exterior.


Conteúdo Programático:
- Introdução à Historia da Arte Moderna
- O Neoclassicismo versus Romantismo
- A Revolução do Impressionismo
- O Pós-IMpressionismo: características, artistas e procução artística
- Cubismo
- Futurismo na Itália
- Academicismo e Arte Moderna
- Abstração na América Latina
- Desmaterialização da Arte
- Arte Contemporânea hoje

 

Mais informações, acesse nosso site: www.posugf.com.br

Postado em Cursos, Extensão | Deixe um comentário

Quero Ser Marilyn Monroe!


 

Glamour, charme e muita sensualidade são alguns dos adjetivos de um dos maiores ícones pop do mundo, Marilyn Monroe.

 
A partir deste dia 4 de março, até 1º de abril, na Cinemateca Brasileira, acontecerá a maior e mais completa exposição sobre a grande diva do cinema americano. Neste evento que marcará o cinquentenário da morte de Marilyn, estarão expostas 286 obras, incluindo suas famosas fotos, seus inesquecíveis filmes e obras de diversos artistas consagrados como Andy Warhol, Allen Jones, Peter Blake, Richard Avedon, Henri Cartier-Bresson, entre outros.

 
Essa exposição já aconteceu em grandes museus pelo mundo, incluindo os da Europa, Estados Unidos e Canadá, sendo um grande sucesso, com gente fazendo fila para apreciar suas obras.

 
Os grandes filmes estrelados por Marilyn também estarão na exposição documentando a trajetória desta sex symbol, fazendo o público reviver e relembrar esta época memorável. Dos filmes da mostra teremos:
 
O Inventor da Mocidade (Howard Hawks) – 1952;

Quanto Mais Quente Melhor (Billy Wilder) – 1959;

A Malvada?(Joseph L. Mankiewicz) – 1950;

Os Desajustados (John Huston) – 1961;

O Pecado Mora ao Lado (Billy Wilder) – 1955;

Os Homens Preferem as Louras (Howard Hawks) – 1953;

Torrentes de Paixão (Henry Hathaway) – 1952.
 

Marilyn teve uma vida intensa, desde sua infância onde viveu em orfanatos e na adolescência com os tios. Casou-se jovem, ao 16 anos. Aos 19 traia o marido com um fotógrafo. Divorciou-se, se prostituiu, foi stripper e posou nua. Suas fotos fizeram tanto sucesso que são cultuadas até hoje por seus fãs.

 

Colecionadora de amores e amantes se classificava com a frase “Eu não estou interessada em dinheiro. Eu só quero ser maravilhosa”. E foi!

 
 

Serviço
Cinemateca
Local: Largo Senador Raul Cardoso, 207 – Vila Mariana, São Paulo
Dias: Todos os dias, das 10 às 22 horas
Entrada Gratuita

 

Mais informações: (11) 3512-6111
site: www.cinemateca.com.br

 

Postado em Exposição, Notícias | Deixe um comentário

Curso Básico de Desenho

Carga Horária: 40h
Início: 05 de Março de 2012
Horário: segundas-feiras, das 14h às 18h
Público-Alvo: Público em Geral e interessados no assunto. Maior de 18 anos
Docente: Prof.ª M.ª Andréa Paula Pereira Tavares

 
 

Começou hoje, dia 05/03/2012 o Curso Básico de Desenho. Este curso parte do ponto de vista de que desenhar é criar marcas que tenham significado. Assim, a partir de exercícios práticos o curso busca desenvolver o traço e a criatividade do aluno, introduzindo-o aos elementos básicos do desenho, do ponto de vista teórico e material. São exercícios voltados para a desibinição do gesto e o desenvolvimento de uma linguagem pessoal aparada pela prática do desenho de observação.


Conteúdo Programático:
- Introdução ao desenho
- Desibinição do traço
- A prática da perspectiva
- Os gêneros artísticos e o desenho
- Luz e sombra
- Retrato e representação do corpo
- Modelo vivo
- Saída a campo

 

Mais informações, acesse nosso site: www.posugf.com.br

Postado em Cursos, Extensão | Deixe um comentário

“The Brown Sisters” – Nicolas Nixon

Sempre vale a pena rever um trabalho excepcional de grande sensibilidade. O fotógrafo Nicholas Nixon foi o responsável por esta arte. Casado com Bebe Brown, resolve passar um final de semana com os sogros. Casualmente fotografou sua esposa ao lado de suas três irmãs. No ano seguinte, em 1976, ao retornar para a comemoração da formatura de uma das meninas, as fotografa novamente na mesma posição que do ano anterior. A partir daí teve a idéia de registrar ano após ano as irmãs Brown.

 

Singelas e tocantes, as fotos transmitem a transformação de quatro mulheres ao longo dos anos. Atrás dessas lindas fotografias, podemos ler as histórias intrínsecas dessa família.

 

A série é composta de trinta e seis retratos. A aclamada série foi mostrada em 2010, no Museum of Fine Arts de Boston, que organizou a exposição “Nicholas Nixon: Álbum de Família”, que incluiu este trabalhos com as irmãs, intitulado  “The Brown Sisters”  entre outros retratos da sua esposa Bebe e seus filhos, Sam e Clementine.

 

Nicholas Nixon nasceu em Michigan em 1947. Influenciado pelas fotografias de Edward Weston e Wlaker Evans, começou a trabalhar com camaras de grande formato. É conhecido por seu trabalho em fotografia documental e retratos.  Nixon preferiu o formato porque permite a ampliação diretamente dos negativos formato 8×10 polegadas , mantendo a clareza e a integridade da imagem.

 
 

1975 - Heather, Mimi, Bebe, Laurie


 

1976


 

1977


 

1978


 

1979


 

1980


 

1981


 

1982


 

1983


 

1984


 

1985


 

1986


 

1987


 

1988


 

1989


 

1990


 

1981


 

1992


 

1993


 

1994


 

1995


 

1996


 

1997


 

1998


 

1999


 

2000


 

2001


 

2002


 

2003


 

2004


 

2005


 

2006


 

2007


 

2008


 

2010


 
 

Faça ARTE da sua VIDA também.
Inscreva-se no Curso de Fotografia Básico clicando aqui.

Postado em Exposição, Notícias | 1 Comment

90 anos da Semana de Arte Moderna

 
 

Renovação! Essa era a proposta para a Semana de 22,ou Semana de Arte Moderna que foi realizada de 11 a 18 de fevereiro em São Paulo, no Theatro Municipal.

 

A proposta dos artistas plásticos, pintores, arquitetos, músicos e escritores envolvidos era a transformação de tudo que, até então, já tinha sido mostrado pela arte clássica, criando uma arte tipicamente brasileira, voltada às nossas realidades, mas que estava perfeitamente alinhada as tendências vanguardistas européias.

 

No contexto brasileiro, era o ano do primeiro centenário da independência brasileira e os jovens modernistas pretendiam redescobrir o Brasil em um movimento que pretendia a liberdade artística do país. Os artistas não aceitavam o academicismo nas Artes, mas a essa altura já estavam influenciados pelos movimentos como o Cubismo e o Impressionismo.

 

Durante uma semana a cidade viveu intensamente essa ebulição cultural sob novas linguagens, experiências artísticas e de uma liberdade de criação que rompia com o passado, através do movimento modernista que eclodiu em um contexto repleto de agitações políticas, sociais, econômicas e culturais. Os novos conceitos apresentados fazem Mario e Oswald de Andrade despontarem na literatura, bem como Víctor Brecheret na escultura e Anita Malfatti na pintura. Anita Malfatti trazia da Europa, experiências vanguardistas que marcaram intensamente seu trabalho, que em 1917 realizou a que ficou conhecida como a primeira exposição do Modernismo brasileiro.

 

Como toda inovação rompe o conceito do certo e do que é padrão, a Semana de 22 ganhou tamanha proporção devido a rejeição da elite que se viu afrontada em sua sensibilidade artística, acostumada aos padrões europeus e, portanto não foi bem acolhida pelos tradicionais paulistas que não pouparam em críticas com o objetivo de destruir o idealismo dos modernistas, fazendo da Semana de Arte Moderna se tornar um fiasco.

 

Após a realização da Semana, alguns dos artistas mais importantes retornaram para a Europa, enfraquecendo o movimento, mas produtores artísticos como Tarsila do Amaral, grande pintora modernista, faziam o caminho inverso, enriquecendo as artes plásticas brasileira. Uma das suas grandes pinturas, denominada “O Abaporu” (nome de origem indígena que significa ‘homem que come carne humana’), deu início ao Movimento Antropofágico idealizado por Oswald de Andrade.

A proposta da Antropofagia era a digestão de influências estrangeiras, como no ritual canibal (em que se devora o inimigo com a crença de absorver suas qualidades), com o intuito que a arte nacional ganhasse uma feição mais brasileira.

 

A ruptura com os padrões estéticos vigentes da época foi o início de uma nova era para a arte brasileira, pois de um lado sociedade conservadora fez da Semana de Arte Moderna um fiasco, e de outro um grupo queria impor uma nova arte, com uma nova estética tendo que se impor diante da sociedade. Sem dúvidas, a partir do Modernismo, mais uma vez foi revisto o conceito de Arte que libertou o Brasil das reproduções artísticas que nada tinham de criativas.

 

Para saber mais sobre este importante movimento brasileiro, faça parte do curso de Extensão Universitária – Modernismo na Arte Brasileira, que começa dia 20/03/2012.

 

Mais informações, acesse o site: www.posugf.com.br

Postado em Exposição, Notícias | Deixe um comentário